Jornada: Ceará


Clientes de um restaurante descansando em mesas colocadas na calçada da Praça dos Mártires, a mais antiga de Fortaleza
Clientes de um restaurante descansando em mesas na calçada da Praça dos Mártires, a mais antiga de Fortaleza

Na segunda quinzena de junho, o presidente do Conselho Administrativo da Abrasel, Paulo Nonaka, partiu em mais uma jornada pelo Brasil Novo, dessa vez no Ceará. Com encontros em Fortaleza, a ideia é contribuir não apenas com o desenvolvimento do setor de bares e restaurantes, mas também em prol de um ambiente favorável aos negócios no País, com o objetivo de construir uma nação mais diversa, inclusiva, produtiva e democrática.


Na agenda, nomes como o secretário do Turismo de Fortaleza, Alexandre Pereira; a arquiteta e ex-secretária de Urbanismo e Meio Ambiente, Águeda Muniz; o superintendente do Sebrae, Joaquim Cartaxo; o humorista e presidente da Associação Cearense de Humor, Lailtinho Brega; e o proprietário do Grupo Geppos, Crica Bezerra, que é um dos fundadores da Abrasel no Ceará.

Taiene Righetto (Abrasel no Ceará), Alexandre Pereira (Sec. de Turismo de Fortaleza) e Paulo Nonaka (Abrasel)

“Nossa ideia de Brasil Novo é que todos os cidadãos tenham igual direito às cidades e vilas plenamente urbanizadas. Que a educação e o empreendedorismo estejam no centro da erradicação da pobreza e na ascensão de uma nova classe média”, diz Nonaka.


Na visão do presidente do Conselho da Abrasel, para que isso aconteça, a população deve deixar de ser penalizada pelo altamente regressivo imposto sobre o consumo. “O Estado deve servir, de forma descomplicada, menos a si mesmo e mais ao bem comum, com educação, saúde, segurança pública, mobilidade, saneamento, meio ambiente. A redução da desigualdade é mais do que um imperativo moral. É condição indispensável para a construção de um Brasil novo, mais fácil para empreender e melhor para viver”, defende.


Bora Mudar o Brasil?

O Brasil Novo é um pacto nacional por um país mais simples para empreender e melhor para viver. O objetivo é a construção de uma nação mais diversa, inclusiva, produtiva, democrática e com melhor qualidade de vida.


“O Estado deve servir, de forma descomplicada, menos a si mesmo e mais ao bem comum, com educação, saúde, segurança pública, mobilidade, saneamento, meio ambiente” Paulo Nonaka – Presidente do Conselho de Administração da Abrasel.


Paulo Nonaka mostra as bandeiras do Brasil Novo durante reunião com os associados da Abrasel no Ceará